Arquivo do blog

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

A Caminhada ...





Caminha-se por um trilho que acompanha as searas que secam ao calor abrasivo do sol , que teima em afirmar a pequenez dos homens, mas parece que eles não entendem essa linguagem que emana de dentro, do chão e dos céus, nem da seiva que brota de todas as árvores …

Mas na mesma caminha-se sem parar, faço minhas as páginas que a areia desenha aos meus pés , e guardo aureolas imperceptíveis de desígnios que resgato a cada viagem do meu pensamento .

Na outra margem do rio em que o tempo flui sem parar, observa-se a beleza miraculosa de uma mãe passeando com o seu filho pela mão, neste registo o sorriso abre-se num feixe longitudinal de satisfação, que alimenta a amplitude da minha respiração, e deixo-me levar movido por este instante de conforto e emoção .

Guardo caixinhas com fragmentos de pequenos instantes sabendo que eles são efémeros, mas reveladores convincentes de percursos que substituem as escarpas de tantas interrogações .

Na frequência e na intensidade , também na luminosidade que vai incidindo sobre o palco onde desfilam os tecelões do pensamento , esbate-se a neblina proveniente da escuridão da noite , e assim emergem raios de sol , descobre-se lá longe a timidez pálida da lua, e eclipsam-se os pontos cintilantes das estrelas .

Depois de várias horas , onde os olhos percorreram sinais de vastidão , regaços esculpidos no chão e moldados pelo vento , chegam as dores do cansaço , sento-me na orla da planície onde se estendem ecos de perguntas mordazes ausentes de respostas .

… resta-me a contemplação do espaço sem fim que me dá uma noção do que é ser intemporal ou infinito, e desenham-se assim ténues linhas que se esfumam na penumbra do horizonte …


Luis de Sousa




11 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

um texto sereno onde dá para entender um pouco o coração nobre de quem o escreveu.
gostei muito!
uma boa semana.
beijo
PS:embora fechado aos comentários, gostei dos poemas que escolheu nos post anteriores.
:)

Paula Andrade disse...

Olá Luis,

Sinceramente já tinha saudades da tua Escrita :)

Não sei o que dizer, mas a verdade é que a tua Escrita ilumina o meu interior, emociona-me e faz-me descobrir coisas.

Li os textos de Autor que tens publicado e todos eles são de excelente qualidade, excelentes partilhas estas que aqui trouxeste a quem te visita de autores consagrados aos olhos do grande publico , mas a tua Escrita Luis não lhes ficas a dever nada, pois os teus conteúdos e a qualidade da tua escrita é absolutamente fantástica !

Obrigado por este momento :)
beijinhos e uma boa semana
Paula

Cecilia disse...

Boa noite Luis.
Belas palavras muito bem colocadas referentes na nosso tempo em refletir sobre a vida, a parar para observar pequenas detalhes imperceptíveis aos homens de hoje em dia, o a sensibilidade nas palavras expressadas que você nos mostra. Se todos olhassem a vida como nós a fazemos, o mundo seria bem melhor.
Muito obrigada pela visita e pelas suas lindas palavras em meu cantinho.
Forte abraço.

MARILENE disse...

Que belo caminhar você desenhou! Tranquilo, de quem segue sem medo e tem claro o seu destino. Uma lúcida sensibilidade, pois se funda no real sem afastar a beleza. Abraço.

GarçaReal disse...

Tantos caminhos que trilhamos e tantos que deixamos.

Constantemente mudamos de rumo quando chegamos ao cruzamento.

Opções da vida. Umas vezes acertadas outras nem tanto, mas a escolha é sempre nossa.

Bom texto , aliás como sempre nos habituaste.

Bom final de dia

Bjgrande do Lago

Gracita disse...

Bom dia Luís
Os percursos da vida com suas inquietudes e delícias
Sempre haverá um motivo para nos emocionar e quando a trilha estiver por demais difícil podemos mudar o curso e fazer um novo percurso
Belíssimo poema. Parabéns!
Parabéns para o teu príncipe e muitas felicidades
Um abraço

GarçaReal disse...


Belos textos que tens publicado.

Gostaria de destacar o de Fernando Pessoa que achei magnífico.

Parabéns ao teu garoto já quase um adolescente.

Bjgrande do Lago

CÉU disse...

Olá, Luís!

São tantos e tão interessantes os seus textos e os dos outros autores, k custei a chegar aqui, ou seja, encontrar um espaço para dizer umas palavrinhas.
Parabéns pelo aniversário de seu amado filho, e que Deus lhe dê saúde, sucesso e paz interior.

Este seu texto, tal como todos os que escreve, é casto, tem cheiro e sabor, simples e repleto de bondade e confiança.

As nossas caminhadas por este mundo são dádivas, em minha opinião. Qdo caminhamos podemos ver a beleza e a simplicidade da natureza, afinal, da obra de Deus.

Dias e noites felizes.

Abraço.

GarçaReal disse...



Olá Luis

Novamente te venho felicitar pelos excelentes textos que primorosamente seleccionas para partilhar.

Destaco o do Drummond de Andrade. Realmente talvez haja o hábito de deixar que as coisas aconteçam por si. Pessoalmente tenho sido uma lutadora e as barreiras que tenho vencido, poderiam quase ser tidas por intransponíveis. Por isso e sem sombra de dúvida, é preciso arriscar, lutar e viver o que é possível viver. Concordo em pleno com o texto.
Acho ainda que a maturidade é tremendamente importante.

Muito mais haveria para expandir...

Um dia bom

Bjgrande do Lago

Ana Freire disse...

Depois de uns dias mais ausente dos blogs... finalmente, consegui passar por aqui, com mais tempo e calma... para apreciar devidamente, os magníficos textos com que nos tens presenteado... tão belos e diversos... mas cada um deles, mostrando de forma sublime a essência do seu autor.
Quero também desejar, embora já um pouco atrasados, os parabéns, pelo aniversário do teu filhote, e as maiores felicidades, para ambos.
Em relação a este belíssimo texto... em jeito de reflexão... e prece de agradecimento... numa pausa do teu percurso... pois só me resta apreciar a sinceridade, lucidez e a forma tocante e admirável como nos envolves, na intimidade da tua forma de escrever... e de estar perante a vida, traduzida nas tuas reflexões...
Como sempre, um privilégio, ler estas partilhas...
Beijinho! Continuação de uma feliz semana, para ti e os teus...
Ana

GarçaReal disse...


Continuas a brindar-nos com magníficos textos.

Boas partilhas sem dúvida

Continuação de boa semana

Bjgrande do lago