Arquivo do blog

terça-feira, 7 de julho de 2015

Pequenos e Simples ...




Num percurso iniciado há muitos anos , em que o meu foco ,os meus interesses , e a minha Aprendizagem passaram a estar muito mais ligados à substancia e á essência das coisas , tenho tentado sempre encontrar uma harmonização que seja a mais salutar e equilibrada possível, entre o meu mundo real , a materialidade necessária, e a planície da minha Espiritualidade.

Continuo assim desta forma , numa trajetória definida, pretendida e escolhida , tentando a cada etapa consolidar a matriz estruturante deste meu Caminho, deste meu Projeto Existencial e de Vida , isto é , sentir-me cada vez mais harmonizado comigo mesmo , numa relação imbuída de realismo com as condicionantes do Mundo real .

Na globalidade das imperfeições que me envolvem, e que estão obviamente presentes ao longo do percurso desta minha viagem, peço que a Luz Divina me guie , e conjuntamente com o meu esforço , essas mesmas imperfeições se vão suavizando , e que sejam transformadas e recicladas , ajudando assim a aproximar-me cada vez mais da minha verdadeira essência …

Nesta viagem, procuro criar os espaços para os meus Pequenos e Simples Momentos de Felicidade , oferecendo-lhes cada vez maior atenção , numa Consciência plena dos mesmos à medida que eles acontecem .

São esses Pequenos e Simples Momentos de Felicidade que procuro, e que vão nutrindo e alimentando a minha Alma , estabelecendo sinergias interiores fortes e reconfortantes , ajudando neste processo a reposicionar-me , a equilibrar e a colorir a generalidade de todas as minhas interpretações …



Luis Sousa



7 comentários:

GarçaReal disse...

A caminhada é sempre tortuosa, com altos e baixos, muitas pedras para pontapear e até mesmo fragmentar. No entanto acontecem esses momentos de felicidade que pincelam o presente e vão delineando o futuro.
Assim se vai encontrando a luz que acalenta a alma e que equilibra o ego.

Como sempre um texto próprio para reflexão e magnifico.

Que a semana corra com paz e tranquilidade

Bjgrande do Lago

MARILENE disse...

Você teve sabedoria para traçar sua trajetória e é louvável o equilíbrio que busca. Nem tudo se apresenta já formado e depende de nós a completude dos desenhos, em conformidade com nossas necessidades e valores. Os chamados pequenos momentos de felicidade são nossas imensuráveis conquistas reais. Abraço.

Vera Lúcia disse...

Olá Luís,

Nossa viagem por este mundo destina-se mesmo a trabalharmos as nossas imperfeições, buscando os valores que irão conosco para a Pátria espiritual. Pequenos e simples momentos de felicidade tornam-se grandes quando sabemos valorizá-los e vivê-los com intensidade e sabedoria. Não nos convém desperdiçar oportunidades de crescimento ou tampouco ficar alienados da nossa essência, caso contrário caminharemos inconscientes pelo mundo.

Nunca faltará Luz nos caminhos daqueles que buscam, com esforço, aprimorar-se e evoluir.

Que Deus o guie nesta bela jornada espiritual.

Grande abraço.

Zilani Célia disse...

OI LUÍS!
ESTARMOS EM PAZ COM NOSSO INTERIOR E NELE COLOCARMOS TODO NOSSO POTENCIAL DE SUPERAÇÃO, DE SABEDORIA E ENTENDIMENTO DA VIDA E COM O QUE NOS VAI NA ALMA, NOS TORNA APTOS A CONVIVÊNCIA COM OUTRAS PESSOAS E A TIRARMOS E CONCEDERMOS O MELHOR PROVEITO DISSO.
UM BELO E REFLEXIVO TEXTO.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Pois é meu amigo nesta viagem que fazemos cada um tenta a sua felicidade e equilíbrio entre a vida dura e real e a espiritual, mas o grande objectivo é alcançar a felicidade plena.
Um abraço e uma boa semana.

Ana Freire disse...

Que bom, que aos poucos, tudo se recompõe... para se prosseguir nesta trajectória permanente, de descoberta e aperfeiçoamento, que é a Vida.
Como sempre, um texto poderoso e tocante, de onde jorra talento...
Beijos! Continuação de uma boa semana, Luis... plena de pequenos (mas grandes) momentos de felicidade... porque a vida é feita destes momentos... quanto mais pequenos... mais preciosos!
Tudo de bom!
Ana

© Piedade Araújo Sol disse...

e estás no bom caminho, se todos seguissem esses trilhos, talvez o mundo fosse mais ameno e solidário.
um beijo

:)